terça-feira, 9 de agosto de 2016

Dilema do homem moderno

Lembro-me muito bem como se fosse ontem, quando criança meus pais diziam, homem não chora, homem precisa ser forte, e ao me tornar adulto descobri que não é bem assim. Passei minha infância nesse conselho. Eu sempre achei cruel essa coisa de sofrer calado, como se fosse pecado. Esse lance de ter dó e certo desprezo por quem chora, por quem sente saudade, por quem ama. É como se cada lágrima só pudesse ser  sinônimo de fraqueza, e não de sabedoria ou de força, a força interior.

Nós crescemos achando que a vida é sempre sobre levantar a cabeça e seguir em frente: como uma grande competição, uma Olimpíada ou sei lá o quê. Parece-me uma disputa pra ver quem supera primeiro. A gente simplesmente não pode se dar ao luxo de sofrer, de amargar uma grande perda, uma decepção amorosa ou seja lá qual for, uma dor descomunal que parece não ter fim. 

Acontece que o Mundo se move rápido demais e se a gente fica muito tempo afundado na nossa tristeza, acaba ficando pra trás. Pois é, a vida não quer saber de quanto tempo você precisa. A vida é cruel. Ainda mais cruel é essa mania que as pessoas têm de se atropelarem. Com frases tipo: estou bem, é como um mantra sagrado, palavras mágicas para que você seja considerado agradável, desejado, alegre e feliz, mesmo sem estar de fato. Pra que você seja visto como alguém forte a quem as desgraças da vida simplesmente não abalam, como se eu fosse um super-herói, como o homem de ferro, quando, no fundo, a quem, afinal, a vida não dilacerou?



É muito cruel  sorrir amarelo quando se quer cair aos prantos, se esconder atrás de um falso sorriso só porque é mais admirável e mais bonito. Entenda que sofrer não é pecado. Luto não é fraqueza. Toda tristeza precisa de um período  de recolhimento, do choro que alivia, da solidão que restaura  nossas forças que vem do mais profundo intrínseco da alma, nossas crenças, se é que realmente as temos de verdade, nossa vontade de vida. É justo, é saudável, é salutar.

Não tente atropelar a vida porque ela é do tipo que atropela como ninguém. Então, se o choro vem, descarregue-o; se a tristeza vem, viva-a, sinta-a, porque ela veio para ser degustada como quase tudo em nossas vidas.

Sinta, sofra, chore, amargue e, depois lave a cara cansada e comece tudo outra vez. Saiba que sofrer é humano, desumano é querer se esconder das tempestades da vida que chegam para cada ser vivente em algum momento. É quando se diz que, na vida , é preciso se permitir, isso certamente engloba também, e principalmente permita-se chorar. Saiba que para um homem é muito difícil admitir que se chora, que somos vulneráveis e que temos sentimentos, emoções e que somos educados desde cedo a não demonstrar, pois assim é considerado ser forte e inabalável, mas no fundo é o oposto, porque não há fraqueza maior do que esconder sentimentos.

Com anos e anos com essa postura de que homem não chora, fica complicado a mudança. Saiba que homem chora sim, e isso não é demérito algum, não o torna menos homem do que os demais que escondem suas emoções e sentimentos.  Alguns simplesmente não o fazem com medo de serem taxados de fracos e incapazes por uma sociedade hipócrita. Afinal sentimentos e emoções não se definem pelo sexo ou pela opção sexual.



Comente com o Facebook:

8 comentários:

  1. O sofrimento sempre estará resente na vida de todo o serhumano, o choro, em consequência disso, também!

    O importante é a SUPERAÇÃO, esse é o ato mais ELEVADO em cada ser. Banha-se de sofrimento e lágrimas incessantes aquele que quer que assim seja.

    O mundo dá voltas, o tempo passa e muitos outros intentos e eventos aparecerão e precisarão ser agarrados.

    O foco e o compromisso em manter-se saudável fisicamente e psicologicamente são necessários sim.

    Abraços!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Muitos homens não sabem lidar com isso. E cá pra nós não é tão fácil assim, principalmente para o homem. Forte abraço!

      Excluir
    2. Verdade, mas se tivermos comprometimento torna-se fácil sim, basta querermos.

      Valeu!

      Excluir
    3. Fácil não é. E nunca será, porém talvez torna-se menos pesado esse fardo, que na maioria das vezes é a vida. Obrigado!

      Excluir
  2. Belo texto, Luciano. Penso que o ser humano, enquanto estiver nesse mundo, estará cercado de alegrias e tristezas, portanto o sorriso e as lágrimas sempre o acompanharão. É próprio do homem o choro, e chega a ser inevitável diante de certos fatos nessa vida. Eu diria que, em determinadas ocasiões, chorar é preciso. Parabéns pelos textos que você vem postando aqui. São excelentes.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigado Ademílson! Que bom que as reflexões estão lhe agradando. Forte abraço amigo.

      Excluir
  3. =D7 Uau, está muito bom o texto; não entendo por que os pais incentivam aos garotinhos a não chorar '-' Seu texto é aqueles que queremos desabafar, mas não encontramos as palavras.
    Jardim de Palavras

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Verdade Melissa. Desde cedo ensina-se o menino, que um dia virará a se tornar homem a esconder as suas emoções e seus sentimentos. Como se o sexo masculino é de ferro, sem poder mostrar o que realmente sente. Obrigado pelo comentário e pra você um forte abraço!

      Excluir
:) :( ;) :D :-/ :P :-O X( :7 B-) :-S :(( :)) :| :-B ~X( L-) (:| =D7 @-) :-w 7:P \m/ :-q :-bd