segunda-feira, 1 de agosto de 2016

Ame a vida

Pra você, o que é que significa amar sozinho(a)? Pra mim é o auge da resiliência. É se acostumar com a solidão por achar que a companhia do amor que sente é suficiente. Então, preferir sentir a frustração da falta de companhia do que a tristeza da partida do amor. É como ouvir as músicas que o(a) outro(a) ouve, vasculhar os títulos que ele(a) tem no Skoob, por exemplo. Mas quem ama sozinho não quer estar com o(a) outro(a) para trocar, quer ser o(a) outro(a) para viver. Se moldar sem perceber que molde e forma são diferentes e não iguais. Para muitos essa diferença é difícil é inexistente. A verdade é que quem ama sozinho tem tão pouco, que se apega à quase nada.

Amar sozinho é transformar uma mensagem banal em um motivo para acreditar, uma noite em declaração de amor. É ler e buscar entrelinhas onde elas não existem, esquecer o simples discurso e, se preocupar em tentar achar nos pronomes escondidos um motivo para se sentir atingido por cada frase. Cria-se uma expectativa que excede o bom senso e a sanidade mental. É saber como o(a)  outro(a) vai executar cada movimento em direção ao beijo, mesmo sabendo que ele pode nunca mais acontecer. É sonhar com o toque da ponta dos dedos se arrastando pelo seu corpo e acordar com a frustração dormindo ao lado.


Quem ama sozinho prefere sempre o passado ou o futuro, e nunca o presente.  Por que será? Fica na estação parado vendo o metrô passar e não aceita um novo destino nunca, porque pra quem deposita todas as suas esperanças no(a) outro(a), ele é o caminho. O sonho não é andar lado a lado, é acompanhar o(a) outro(a) onde ele for.

Quando se ama sozinho, é fácil ver no outro a perfeição e fechar os olhos para possibilidades imperfeitas e reais, porque nada é perfeito. Porque amar sozinho é acreditar que só existe uma chance de ser feliz. É perder o bilhete premiado da loteria sem saber se ele de fato, estava premiado e sofrer mesmo assim.

Amar sozinho é sentir a agonizante crueldade de um sentimento que só existe para a plenitude. Amar sozinho é a pior forma de desamar a si mesmo. Portanto reveja suas atitudes e sentimentos, antes que você fique desorientado, sem saber de verdade o real motivo do sentimento sublime chamado amor.




Comente com o Facebook:

6 comentários:

  1. Ótimo!

    realmente está na hora de revermos as nossas atitudes e sentimentos, principalmente nos dias atuais, onde a cegueira e sentimentos tão mesquinhos e pobres tomam um espaço gigantesco nos seres humanos.

    Adorei essa reflexão. Caiu muito bem para este fim de tarde.

    Abraços!

    ResponderExcluir
  2. Obrigado Leonardo, e pra ti aquele forte abraço.

    ResponderExcluir
  3. Que interessante! Já falei muitas vezes desse meu encanto em ler teus textos. Permita-me um encontro com você, rsrs. Quando será a tua palestra? Estou dentro!
    Acredito que toda escolha é plausível, mas amar sozinho, é um tanto solitário, pois este não vive, não cai e dificilmente “ QUEM AMA SOZINHO PREFERE SEMPRE O PASSADO OU O FUTURO, E NUNCA O PRESENTE”, o problema dessa escolha, é que este de fato não vive, ou vive sim, mas na abstenção de sua existência, pois, o passado e o futuro não existem.
    Amar a si mesmo é a melhor coisa a fazer, pois assim sendo, serás capaz de amar o outro e não ficará a observar que o trem que passa, ficando apenas COMO ESPECTADOR DE TUDO QUE O CERCA. A vida é experimentação, é preciso aprender para evoluirmos, pois só depois disso, SEREMOS, que é quando morremos. Mas é preciso escolher amar sempre, se por ventura, a pessoa amada não lhe der motivo para continuar, escolha um novo caminho, mas a recomendação é: AME SEMPRE, NUNCA SOZINHO!.:bd

    ResponderExcluir
  4. Obrigado querida! Que bom que a sua pessoa gosta de ler minhas reflexões e pensamentos. Concordo quando tu diz que na vida, precisamos evoluir, evolução parece-me que esta fora de alcance para a maioria, dos seres humanos. Uma pena, e pra você aquele forte abraço!

    ResponderExcluir
  5. Bom dia, Luciano
    Não conhecia o blog, Parabéns.
    "Só não desista de amar."
    www.dnabookz.com

    ResponderExcluir
  6. Olá, Érica. Que bom que você conheceu o blog, e tenha gostado. Sim, não desistirei de amar. Forte abraço!

    ResponderExcluir
:) :( ;) :D :-/ :P :-O X( :7 B-) :-S :(( :)) :| :-B ~X( L-) (:| =D7 @-) :-w 7:P \m/ :-q :-bd