sexta-feira, 15 de julho de 2016

Conheçam ''Mariana'', obra infanto-juvenil de Ana Rapha Nunes inspirada em desastre ambiental de Minas Gerais

Olá amigos, vocês conhecem o livro ''Mariana'' escrito pela querida autora Ana Rapha Nunes? Bom, hoje a resenha é sobre essa obra tão sublime e comovente que foi inspirada no desastre ambiental na cidade de Mariana, estado de Minas Gerais, em 5 de novembro de 2015. O romance infanto-juvenil retrata, dentre tantos assuntos, os acontecimentos ocorridos durante a tragédia em Minas, de um ponto de uma menina, a pequena protagonista da história que tem o mesmo nome da cidade mineira. Mesmo com ocorridos trágicos o livro mostra para o leitor a importância de muitas coisas, entre elas, a esperança.
Título: Mariana
Autor: Ana Rapha Nunes
Publicação: 2016
Editora: Inverso
Gênero: Romance infanto-juvenil
Páginas: 112


Sinopse: Mariana é uma menina que vive em uma pequena cidade de Minas Gerais. Passa os seus dias rodeada pela natureza, subindo em árvores, pegando fruta no pé, observando o pôr-do-sol, aproveitando as alegrias da infância. Vai crescendo e sonhando com o mar No entanto, nem tudo são flores no caminho da menina, que terá de largar sua terra natal e ir com os pais para a cidade de Mariana. Lá surgirão novos amigos, florescerão descobertas e o seu primeiro amor. Mas um mar de lama atravessará o seu destino.

●●●

Links sugeridos

O livro de Ana Rapha Nunes conta a história de Mariana, uma linda menina de doze anos com cabelos cacheados que adora brincar e tem muita vontade de viver, mas que assim como qualquer criança nessa idade, tem sua sede pela descobertas e também seus medos e pensamentos. Em determinado momento da história a pequena Mariana é surpreendida por uma notícia que lhe traz desagrado e tristeza, ela terá que deixar a cidade onde mora, Timóteo - MG. Seu papai Etevaldo recebe uma proposta de emprego muito boa em Mariana, município próximo, e decide aceitar, o que causa na menina, um profundo desânimo por ter que deixar tudo o que mais gosta como a escola, os professores, os amigos e a cidade em si, para trás. 

A autora mostra mais uma vez o universo infantil com exímia perfeição, retratando os momentos difíceis da pequena Mariana que sente-se insegura com a mudança. Decerto, todas as mudanças são etapas delicadas para quaisquer crianças. O enredo tem um clima supergostoso e a escrita de Ana é muito graciosa e delicada, como já vista em seu livro anterior ''A Lua Que Eu Te Dei''. A narrativa é muito envolvente e satisfaz o leitor. ''Mariana saiu de casa sem café, pegou seu caderninho de capa roxa, companheiro fiel nos momentos mais tristes da menina, e foi andar pela redondeza. Estava um dia lindo, um sol alaranjado forte, um céu azul, sem nenhuma nuvem, mas o calor estava ameno, uma brisa fresca soprava, levando os cabelos de Mariana a dançar enquanto ela caminhava.''

Os sentimentos de Mariana são transmitidos e sentidos de maneira muito bonita e também educativa. É interessante saber que ainda existem pessoas assim, que como a autora, preocupam-se com o universo dos pequenos e se doam para instruí-las da maneira que podem. O ambiente escolar é muito ditado em ''Mariana'' e isso é um dos pontos de mais valor pois torna-se um incentivo ao estudo, enroupado dentro de um mecanismo perfeito de comunicação. Os sonhos, os medos, as descobertas, o desemprego, o recomeço... temas que em ''Mariana'' não passam desapercebidos dos jovens leitores. O romance também não fica de fora. O beijo roubado de Bebeto em Mariana seria o começo de um constante questionamento na menina. ''Naquela noite, Mariana não conseguia dormir. Seu pensamento vagava naquele beijo roubado. Estaria ela gostando de Bebeto? Sempre pensara que o seu primeiro beijo seria com um garoto do qual ela gostasse, admirasse, fosse amigo, leal, tudo isso e muito mais. Mas não, seu primeiro beijo fora roubado por um garoto que ela só criticava. Mas por que, então, não parava de pensar nele e naquele beijo?''


O livro é maravilhoso. A diagramação é perfeita e as ilustrações são lindas. Os personagens que participam efetivamente da história são inesquecíveis e surgem com características fortes que os fazem verdadeiros. Bartolomeu, primo e amigo inseparável de Mariana, traz para a história uma exterioridade meiga quando demonstra seu amor fraternal pela prima que considera irmã. Os laços de amizade são roborados em ''Mariana''. ''Ele era um bom menino, apesar das traquinagens típicas da idade. Tirava boas notas na escola e adorava bancar de cientista. Chegou a fazer um Clube da Ciência em sua casa, que, depois de um tempo, foi destituído por Nice, com medo de que a casa explodisse com tantas experiências de outro mundo.''

''Mariana'' foca muito também nas relações entre mãe e filha. O respeito mútuo, o carinho e a confiança são mensagens importantes que a autora passa na obra. ''Estavam tão próximas, começaram a conversar bobagens e rir feito duas crianças. Melhor aproveitar aquele momento tão gostoso e deixar a conversa séria para depois. Às vezes, o tempo é o nosso maior aliado.'' Além disso, elucida a anuência das despedidas e dificuldades e desenvolve no leitor maneiras de lidar com essas questões, acentuando a superação.

As narrativas que contam as tragédias na cidade de Mariana, Minas Gerais, geraram em mim um ar triste e reflexivo ao relembrar o dia catastrófico, Esse livro é um ótimo representante para a nossa literatura infanto-juvenil e ressalta muito bem o valor da superação e esperança. ''Perdeu seus pensamentos com um estrondo ensurdecedor. Ficou atônita, olhou para os lados. Seria um terremoto? Em Minas Gerais? O barulho parecia se aproximar e ela começou a ver pessoas correndo. Tudo de repente era lama. Lama escorrendo ladeira abaixo. Por mais que corressem, a lama vinha forte. Naquele dia Mariana conheceu a força de um mar. Não aquele mar límpido, de águas cristalinas e ondas, mas um mar de lama, a levar tudo o que estivesse em seu caminho. Vidas, amores, memórias, tudo era destruído.''

O livro é educativo e maravilhoso.

Em 5 de novembro de 2015, ocorreu o pior acidente da mineração brasileira no município de Mariana, em Minas Gerais. A tragédia ocorreu após o rompimento de uma barragem (Fundão) da mineradora Samarco, que é controlada pela Vale e pela BHP Billiton.

O rompimento da barragem provocou uma enxurrada de lama que devastou o distrito de Bento Rodrigues, deixando um rastro de destruição à medida que avançou pelo Rio Doce. Várias pessoas ficaram desabrigadas, com pouca água disponível, sem contar aqueles que perderam a vida na tragédia. Além disso, os impactos ambientais foram incalculáveis e, provavelmente, irreversíveis.

Espero que tenham gostado dessa breve apresentação de ''Mariana''. A autora Ana Rapha Nunes está de parabéns. Deixem seus comentários abaixo, eles são sempre muito importantes para o blog e autores, afinal, o nosso objetivo é alcançá-los de maneira plena e efetiva. 

Um abraço a todos, valeu!



Comente com o Facebook:

6 comentários:

  1. A resenha ficou muito boa Leonardo! Como sempre, você o fez com muita competência, apesar de ter sido bem objetivo,porém a mesma ficou bem clara, mostrando-nos o que encontrar com o enredo do livro. Parabéns para a autora, pelo excelente livro feito. Os assuntos abordados no livro são de suma importância, não somente para as crianças, mas para todos. Forte abraço!

    ResponderExcluir
  2. Valeu Luciano,

    Livro mais do que recomendado. Feliz que tenha repassado as mensagens da autora.

    ResponderExcluir
  3. Que resenha completa e incrível. Parabéns, Léo.
    Agora, a proposta desse livro é extraordinária, deve mexer muito com o leitor. Vou procurá-lo, pois esse tipo de leitura me interessa bastante.
    Abraços.

    ResponderExcluir
  4. Valeu meu amigo, fico contente que tenha gostado. A Ana Rapha Nunes é uma autora maravilhosa. Quando puder, adquira suas obras, só excelentes presentes pra garotada também.

    Abraços.

    ResponderExcluir
  5. Que bela apresentação, o livro deve ser de fato muito bom.O laço que existe entre mãe e filha e a ideia de aproveitar o momento, é de certo muito reflexivo.

    O livro é interessante, será um ótimo presente para os menores , pois ensinará a olhá-los a vida de forma diferenciada. Parabéns aos dois!

    ResponderExcluir
  6. Obrigado pela presença Geane, suas palavras nos alegram.

    Beijos!

    ResponderExcluir
:) :( ;) :D :-/ :P :-O X( :7 B-) :-S :(( :)) :| :-B ~X( L-) (:| =D7 @-) :-w 7:P \m/ :-q :-bd