quarta-feira, 11 de setembro de 2013

Texto: A crônica do Matheuz

Criei este texto em homenagem ao grande menino que é o combustível da minha humilde vida. Após exatos três meses esta pequena crônica vestiu o casaco e foi fazer parte do livro ''O Eterno Menino'' tornando-se o capítulo 35 da obra. Ao lê-la, o meu garoto pasmou-se e fez caretas, o espetacular brilho nos olhos já dizia tudo e a falta de palavras deixou claro o agrado. Certamente, compor estas linhas e resumir tão curtamente este garoto de um grande universo, foi sem dúvidas, uma das minhas maiores conquistas no mundo das letras. A enorme satisfação convive ao meu lado.


Matheuz Silva, 'Eis a minha crônica'

Não sei como mas cheguei.
Aperte o play. Visualize os treze.
Gosto do que me faz feliz.
Eu crio, duvido, aprendo e bagunço.
Mato a charada! Um aprendiz de etapas.
Perco o filme mas ganho o mundo.
Jogo damas, canto, beijo, ''– Ganhei!''
Tenho raiva. Grito, brigo, expludo, ''– Voltei!''
Se aqui tudo acaba em samba eu quero um sorvete pra começar.
Sou palhaço, sou o público.
Lápis, borrachas e um amontoado de poeiras.
Arrisco-me, eu tento, tenho coragem.
Os dias de fraqueza me trazem meses de força, eu paro, descanso;
Assumo o que faço, enfatizo os fatos!
Um pequeno menino com a alma gigante.
Eu amo. Eu choro. Dou risadas mesmo que sejam escondidas.
Eu voo. Eu imagino. Eu posso. Eu luto.
Eu danço, aliás eu tento. Jogo bola, aliás ensino.
A vida tem dessas coisas!
Escuto Guns, uso preto, branco, azul e amarelo.
Observo, admito admirar em silêncio;
Se não tiver jeito eu invento.
Formas abstratas idealizam ideias concretas.
Tenho sonhos, certezas e três palavras, 'quais são elas'?
Eu critico, mando beijos pra torcida, dessa vez sou o alvo.
Odeio máscaras, nunca comprei uma; Não tente se vender!
Eu erro, enxergo, apago, te convido pro café, me afogo numa piscina de erupções.
Sobrevivo. Até quando?
Pra sempre viverei o pra sempre sendo o de sempre.
Mas agente muda sem deixar de ser igual.

3 de janeiro de 2013, quinta-feira, 17h15min

Comente com o Facebook:

4 comentários:

  1. Obrigado!!! Amei essa crônica dedicada para mim.
    Beijoooooooos pai!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi filho, é claro que esta linda homenagem teria que fazer parte também do blog. Beijos e obrigado por fazer parte dos meus dias.

      Excluir
  2. Respostas
    1. Oi Maykon, bom te ver por aqui...
      Verdade, ele merece.

      Obrigado pela visita campeão...

      Abraços

      Excluir
:) :( ;) :D :-/ :P :-O X( :7 B-) :-S :(( :)) :| :-B ~X( L-) (:| =D7 @-) :-w 7:P \m/ :-q :-bd